Roberta Sudbrack

Share Button

Jantar de sábado no Roberta Sudbrack (22/fev). Restaurante da ex-chef de FHC no Palácio, fica perto do Jardim Botânico, perto da Lagoa Rodrigo de Freitas. Quando dei a volta completa na Lagoa nesta tarde, aproveitei e passei na frente da casa que somente abre para jantar para menus degustação. Felizmente para minha viagem ao Rio, fiz antecipadamente reserva para todos os restaurantes, informando, quando necessária, minha restrição alimentar (no fish or seafood). De qq maneira, na chamada Experiência Sudbrack (havia opções para todos os gostos), pude me esbaldar no reino vegetal e animal (terra e ar), sem necessidade de chegar perto do mar!!!!

RobertaSudbrack_01_wmRobertaSudbrack_02_wm

O jantar começou com o diferenciado couvert de pãozinho quentinho, manteiga com flor de sal e salame artesanal do Rio Grande.

RobertaSudbrack_03_wm

Depois, numa panelinha de marmita, veio o famoso e solitário mandiopã, não aquele que minha avó fazia, mas um belamente decorado com florzinhas comestíveis. Depois chegaram, o que inicialmente pensei ser pãezinhos de queijo, gougeres de queijo gruyere, delicados e saborosos.

RobertaSudbrack_04_wm

Então chegou o primeiro item oficial do menu: interessante Ostra Vegetal servida numa colher gelada (miolo gelatinoso do tomate, salpicado com salsa frita e flor de sal).

RobertaSudbrack_05_wm

Depois veio o que parecia um drink ou uma sobremesa. Porém tratava-se do Ovo caipira em crocante de pão e foie gras (3 camadas, foie, crocante e o ovo perfeito), interessante e saboroso.

RobertaSudbrack_06_wm

Então chegou o Ravióli de chantilly de batatas e bottarga. Como a bottarga nada mais é que ova seca de tainha, este elemento, cujo pó seria polvilhado no ravióli, foi substituídos por lindas florzinhas comestíveis. Adorei!!! O Ravióli muito leve porém saboroso.

RobertaSudbrack_07_wm

Finalmente chegou a hora da proteína!!! Costelinha de porco assada em “baixa temperatura caseira” com canjiquinha amanteigada de Itabirito/MG. Suculenta, rica, derretendo. Ficou ótima com a canjiquinha.

RobertaSudbrack_08_wm

Preparatório para o doce da sobremesa, Tábua de 3 queijos (Serro de minas, bergkäse alemão e Flor de mandacaru de Pernambuco) mais figo cristalizado e broa de milho.Muito interessante o contraste dos sabores fortes dos queijos e o doce do figo e o neutro da broa.

RobertaSudbrack_09_wm

A sobremesa foi um gostoso Canelone de maça e farinha de pistache. Se não bastasse, veio um coletânia de mini doces brasileiros (mignardises) e como perguntei como seria o cristal se chuchu presente na sobremesa que não escolhi, “Chocochuchu” (chocolate da ilha de Combu + cristal de chuchu), acabei ganhando este mimo para degustar. Delícia.

RobertaSudbrack_10_wm

Finalizei de verdade bebericando um chá cítrico, consegui o autógrafo da Roberta no seu recém lançado livro (Eu sou do camarão ensopadinho de chuchu), uma foto juntos e ainda bati um rápido papo. Valeu demais!!!! Detalhes, ambiente super bonito, fiquei no andar de cima, com visão para a cozinha (muito interessante). O pessoal é mega atencioso, em especial a Filomena que toca as reservas e recepciona os comensais. Imperdível e para retornar.

RobertaSudbrack_11_wm

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *